Alemâes prevêem que só em 2023 o turismo se recupere.

Alemâes prevêem que só em 2023 o turismo se recupere.
OTurismo.pt

Para os Alemães só em 2023 “O mercado mundial de viagens e turismo “ estará em recuperação


Prevê-se que em 2021 as entradas a nível mundial para viagens e turismo aumentem em amis de 50% em comparação com 2020.

O turismo emissor de Alemanha não recuperará de todo até 2023. Este ano só se espera uma melhoria moderada, com 30% dos alemães a pensar fazer uma viagem de médio curso e outro tanto dentro da Alemanha. Apenas oito por cento prevê viajar para mais longe.

Estas são as informações recolhidas pelo portal turístico FVW. Os peritos da indústria e de grandes empresas de viagens como Tui, a maior da Europa, esperam contudo que o mercado recupere muito mais rapidamente, embora advirtam de que os prognósticos poderão ser afectados por circunstâncias em constante alteração (por exemplo, tendências de vacinação, períodos de bloqueio). Os executivos destas empresas afirmam que “as pessoas têm necessidade de se actualizarem e de recuperar as experiências de viagem perdidas, o mais depressa possível”.


Segundo Statista, uma organização de análise do Turismo, depois de uma diminuição massiva nas viagens do ano passado devido às restrições da pandemia, poderia acontecer este ano um ressurgimento, impulsionado por factores como inovações tecnológicas e serviços de viagens personalizados.

Os peritos da Statisca prevêm que as inovações tecnológicas em particular terão um impacto positivo na industria, por exemplo serviços personalizados baseados na inteligência artificial.

Para aquela organização prevê-se que em 2021 as entradas mundiais para viagens e turismo aumentam em mais de 50 por cento em comparação com 2020.

A empresa de investigação alemã considera que em 2020 houve uma perda de 55 por cento de facturação na indústria do Turismo, em comparação com 2019. “O mercado mundial de viagens e turismo poderá recuperar-se por completo da pandemia de coronavírus lá para 2023, alcançando números record de facturação” prevêem.
O turismo nacional de interior na Alemanha pode vir a ser o motor da melhoria. As viagens nacionais geraram entradas de 259 milhões de euros em 2019.

Entretanto segundo um inquérito representativo dos investigadores Insa-Consulere realizado em meio de Dezembro.mais de metade dos consumidores alemães estariam dispostos a aceitar restrições de ferias relacionadas com o vírus  .

Para mais de 40 por cento, a escolha de uma viagem deverá ter presente a capacidade de regressar rapidamente desse destino em caso de outro bloqueio mesmo sendo uma viagem curta.

Quase um terço (29%) dos alemães planeia viajar este ano para um destino europeu e na mesma proporção planeia  férias na Alemanha. Segundo aquele inquérito oito por cento planeia viagens de longa distância.

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade