ART&TUR junta em Leiria especialistas de cinema e turismo.

Especialistas de cinema e turismo juntam-se em Leiria para conferência internacional inserida no Festival ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo que vai decorrer na cidade de Leiria entre 23 e 27 de Outubro.

 

Uma conferência internacional sobre cinema e turismo, intitulada “Centro de Portugal no Cinema Mundial”, a cargo de cineastas e investigadores de renome, é um dos pontos fortes do ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo, que vai decorrer na cidade de Leiria entre 23 e 27 de Outubro.


A conferência consiste em oito painéis, que decorrerão no Teatro Miguel Franco e no Mercado Sant‘Ana. Nos dias 24, 25 e 26, a exibição dos filmes em competição será intercalada pelas palestras, numa dinâmica que fará crescer ainda mais o interesse do ART&TUR. 


O primeiro painel terá lugar pelas 11:15 do dia 24, com o tema “O Papel das Comissões de Filmes na Promoção dos Destinos”.
Bruno Manique, presidente da Centro de Portugal Film Comission, produtor e director do Festival de Cinema da Figueira da Foz, será um dos intervenientes, ao lado de Ilyas Kaduji, veterano de Hollywood que, entre outros trabalhos, colaborou na produção da saga “Harry Potter”, e de João Antero, responsável pelo Alentejo and Ribatejo Film Commission.


No mesmo dia, pelas 15:15, sobe ao palco o segundo painel, intitulado “O Que Torna os Filmes de Turismo Impactantes?”.
Três oradores falarão da sua experiência nos respectivos países: Taiwan, por Che-Jen Su, professor e Presidente da Associação Euroasiática de Estudos de Turismo; Índia, por Dulam Satyanarayana, realizador multipremiado; e Espanha, por Santiago Alcázar, realizador de um filme sobre Madrid que tem coleccionado prémios em festivais de todo o mundo. Pelas 17:00, tem início o painel “Promovendo os Lugares Património da Humanidade no Centro de Portugal”. David C. Cooper, que em 2009 triunfou no circuito internacional com o Melhor Filme de Turismo, entre muitas outras distinções, e a produtora Mafalda Sá são os intervenientes.

No dia 25, cedo pelas 09:30, realiza-se a palestra “Videografias de Experiências de Turistas: Como Misturar Arte e Ciência”, a cargo de Alain Decrop, professor na universidade belga de Namur e considerado dos mais reputados investigadores do Marketing de Destinos.

Pelas 11:30, será a vez do cineasta chileno Ignacio Walker falar dos bastidores da rodagem de “Quito My Story”, para, às 15:00, o blogger de viagens Nelson Carvalheiro conversar sobre “Experienciar a Autenticidade no Interior Português”.

Pelas 15:30 terá início o painel “A Promoção do Turismo Sustentável e Responsável Através do Cinema”, que abordará duas perspectivas: o caso da Catalunha, pelo realizador e produtor Santiago Valldepérez, e o caso do ART&TUR, por Swen Waterreus, professor e investigador holandês na área do turismo responsável.

O último painel da conferência acontece pelas 10:00 do dia 26. Com o desafiante título “Vamos surfar em África?”, estará a cargo do cineasta sul-africano Bruce Buttery e de João Vasconcelos, professor e investigador em Turismo, Geografia e Desenvolvimento Sustentável.


Sobre o Festival ART&TUR

Os melhores filmes de turismo que se produzem em todo o mundo vão ser exibidos em Portugal, durante o Festival ART&TUR, que se realiza em Leiria, de 23 a 27 de Outubro. Esta é a 11.ª edição de um dos maiores eventos mundiais de promoção turística audiovisual. Um festival de cinema de e para o turismo, com uma competição internacional que atrai cerca de uma centena de produtores e realizadores. O Festival ART&TUR estrutura-se em três áreas complementares: o ART&TUR Contest, que consiste na competição de filmes de turismo, com duas secções competitivas (“Tourfilm” e “Doc”); a Conferência Internacional, com convidados nacionais e estrangeiros; e o ART&TUR Factory, que vai levar realizadores internacionais a filmar em aldeias da região nos dias que antecedem o festival.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade