Conhecidos nomes de júris e prémios do Doclisboa

O Doclisboa tem o seu início a 19 de Outubro com a estreia mundial de “Ramiro” o mais recente filme de Manuel Mozos.

 

O Grande Auditório da Culturgest irá acolher a estreia mundial de “Ramiro”, o mais recente filme de Manuel Mozos, um dos realizadores portugueses em actividade.
“Ramiro” é uma das 52 estreias mundiais da 15ª edição do Doclisboa.

Após o filme será servido um cocktail oferecido pela cerveja Musa e pelos vinhos Cortes de Cima.


O júri da Competição Internacional integra Andrés Duque, Cecilia Barrionuevo, Cláudia Varejão, Lorenzo Esposito e Simplice Ganou

Nesta secção serão apresentados 19 filmes de 16 países, com sete estreias mundiais, cinco internacionais e uma estreia europeia.


A Competição Portuguesa que apresentará 11 filmes e 10 estreias mundiais, terá como júri Emília Tavares, Fernando Vílchez Rodríguez e Richard Brouillette.


Andreia Bertini, Jasmina Blaževič e Leonardo Mouramateus incluem o júri da secção Verdes Anos.

Catarina Alves Costa, George Clark e Jorge Montez fazem parte do júri do novo prémio Inatel e do prémio José Saramago.


Agnès Wildenstein, Maui Alena e Miquel Martí Freixas integram o júri do Arché, o laboratório de desenvolvimento de projectos do Doclisboa.


Da decisão dos júris sairá a atribuição dos seguintes 15 prémios:

- Grande Prémio Cidade de Lisboa para Melhor Filme da Competição Internacional

- Prémio Sociedade Portuguesa de Autores do Júri da Competição Internacional

- Prémio José Saramago – Fundação José Saramago – para Melhor Filme falado maioritariamente em português, galego ou crioulo de origem portuguesa transversal às Competições e Riscos

- Prémio Jornal Público/MUBI para Melhor Curta-Metragem (até 40’) transversal a Competições e Riscos

- Prémio do Público / Prémio RTP para Melhor Filme Português transversal a Competições, Riscos, Heart Beat e Da Terra à Lua

- Prémio Revelação / Prémio Canais TVCine para Melhor Primeira Obra transversal a Competições e Riscos

- Prémio Prática, Tradição e Património / Prémio Fundação INATEL para Melhor Filme de Temática Associada a Práticas e Tradições Culturais e ao Património Imaterial da Humanidade, transversal a todas as secções excepto Retrospectivas e Cinema de Urgência

- Prémio Íngreme/FCSH para Melhor Filme da Competição Portuguesa

- Prémio Kino Sound Studio do Júri da Competição Portuguesa

- Prémio Escolas / Prémio ETIC para Melhor Filme da Competição Portuguesa

- Prémio FAMU para Melhor Filme dos Verdes Anos

- Prémio Especial Walla Collective do Júri Verdes Anos

- Prémio Doc's Kingdom Melhor Realizador dos Verdes Anos

- Prémio Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas para Melhor Projecto da Oficina de Escrita e Desenvolvimento de Projectos

- Prémio Walla Collective para Melhor Projecto da Oficina de Visionamento e Discussão de Projectos Finais.


Nota da organização: A Festa de Antecipação da 15ª edição do Doclisboa está agendada para a próxima 6ª feira, dia 13 de Outubro, a partir das 22:00, no Largo Residências (Largo do Intendente Pina Manique). O DJ set está a cargo da Rádio Mundo, que uma vez mais volta a animar este espaço lisboeta. A entrada é livre.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade