Costa Cruzeiros eliminou emissões directas do motor do navio Diadema

por: Inês Nunes
Costa Cruzeiros eliminou emissões directas do motor do navio Diadema
Costa

O navio Costa Diadema utilizou, pela primeira vez, ligação eléctrica em terra, no passado dia 07 de Junho, no terminal de Ostuferhafen.

O Costa Diadema, um navio da frota da Costa Cruzeiros, utilizou pela primeira vez energia eléctrica na passada sexta-feira, dia 07 de Junho, no porto de Kiel, na Alemanha. Os testes de integração vinham-se a realizar há semanas, com o objectivo de reduzir as emissões directas dos motores – que foram eliminadas quando se pôde desligar os mesmos, após a tentativa bem-sucedida em que a embarcação foi inteiramente alimentada a partir do sistema de energia em terra do terminal de Ostuferhafen. Prevê-se que o cenário se volte a repetir durante as próximas 16 escalas que o navio fará no local até ao final do Verão.

“A estreia da energia eléctrica em terra na nossa frota é mais um passo no nosso caminho para a descarbonização. Estamos totalmente empenhados em melhorar continuamente o desempenho ambiental dos nossos navios, tanto quando navegam como quando estão atracado” - disse Mario Zanetti, presidente da empresa que pretende, até 2050, operar uma frota com zero emissões líquidas de gases com efeito de estufa.

O itinerário de uma semana para descobrir os fiordes noruegueses, que deu palco ao mais recente avanço no sentido dessa caminhada sustentável, decorrerá até 19 de Setembro de 2024, todas as sextas-feiras, e fará da cidade portuária alemã um ponto de relevo para os programas da Costa no Norte da Europa.

O Operador italiano tem o apoio do Departamento de Descarbonização Marítima da Carnival Corporation na missão de diminuir a pegada ambiental deixada ao longo das excursões efectuadas. Este sector parceiro foi criado com o objectivo de desenvolver e testar novas tecnologias para reduzir o impacto humano no meio ambiente. Algumas das inovações já conseguidas são, por exemplo, os sistemas de lubrificação a ar no casco, para reduzir a resistência e o consumo de combustível; novos métodos de captura e armazenamento de carbono; e combustíveis alternativos com baixo teor de carbono, como o bioGNL ou o biometano liquefeito.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways