Será que a indústria de cruzeiros foi atingida pela tempestade perfeita?

Será que a indústria de cruzeiros foi atingida pela tempestade perfeita?
Divulgação

A pandemia Covid-19 tirou "o vento às velas" da indústria de cruzeiros, anteriormente muito desenvolvida.pensando-se agora em como reuperar do impacto.

 



A Companhia Debt, uma empresa de consultoria,  em Marrocos, disponibilizou insights e gráficos fotográficos sobre o impacto da pandemia na indústria de cruzeiros. Durante muitos anos, a indústria cresceu, navegando na crista de uma onda que culminou em mais de 29.7 milhões de passageiros em 2019.


Em 2020, previa-se  que mais de 32 milhões de passageiros viajavam em cruzeiros, mas surgiu a Covid-19 que tirou “o vento das velas da indústria”.
Na última década, houve um aumento considerável de número de passageiros a reservarem um  cruzeiro.
Desde o primeiro encerramento total do Reino Unido em Março,o lucro das companhias de cruzeiros, caíu a pique.


 Só na Europa, calcula-se que mais de 200,000 postos de trabalho que dependem directa ou indirectamente  da indústria se perderam.


Mas os patrocinadores financeiros continuam atentos, uma vez que sabem como a indústria é lucrativa quando se pode navegar em águas calmas.  

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade