Cinco sugestões de boas práticas para viajar de forma sustentável

Estar mais próximo da natureza traz inúmeros benefícios para a nossa saúde e para o nosso dia a dia, recomendam os especialistas.



A prática do campismo, seja em autocaravanas, tendas ou outros meios, promete ser uma das tendências de maior crescimento no sector do turismo este Verão,” proporcionando uma liberdade única para a exploração de lugares isolados e rodeados de verde”.

O crescimento exponencial das férias de natureza “implica um aumento da responsabilidade ecológica e social de cada viajante e um cuidado redobrado com o planeta em que vivemos”. A Indie Campers, empresa portuguesa líder no aluguer de autocaravanas a nível europeu, sugere cinco boas práticas que qualquer viajante sustentável deve adoptar ao acampar.

1. Limpar o espaço de campismo à chegada e à partida.

Ao chegar ao destino de viagem, porque não apanhar o lixo existente à volta do local? Esta é uma forma de garantir um impacto positivo na natureza e um ambiente mais limpo durante a estadia. Quando chegar a altura de partir, “é proibido não tratar do lixo deixado para trás”.


2. Ter um saco para guardar o próprio lixo.

 Esta solução simples é eficaz para garantir que quaisquer resíduos acumulados durante a estadia são depositados nos contentores apropriados, sem poluir o meio ambiente. É de igual forma importante lembrar que, dependendo da área em causa, o lixo em excesso poderá atrair animais de índole variada, o que pode representar não só um perigo para os viajantes como também para os próprios animais.


3. Uma vez estacionado, deixar ficar o veículo.

 Em férias de campismo, preferível optar por deslocações a pé, de bicicleta ou até de transportes públicos ao invés de insistir na aposta do veículo próprio. Esta opção fará com que cada viajante se sinta à partida mais relaxado e, de igual forma, contribui significativamente para a diminuição da pegada de carbono provocada pela viagem.


4. Despejar o lixo somente em locais permitidos.

Despejar resíduos em locais proibidos para este efeito, assim como dormir e estacionar nestes locais assinalados, são ações passíveis de coima. Uma das regras do campismo saudável e sustentável é recorrer sempre a áreas reservadas para autocaravanas ou parques de campismo.


5. O que pertence à natureza fica na natureza.

 Não levar “lembranças” para casa é uma questão de respeito pela natureza. Mesmo que a ideia de levar um objecto ou elemento natural de pequeno porte possa parecer apelativa e insignificante para o meio ambiente,, este ato pode causar algumas alterações no ecossistema, por pequenas que possam parecer, causando assim um impacto negativo no meio ambiente envolvente. As pedras, as conchas, as plantas e outros objectos naturais devem ser conservados e mantidos nos lugares aos quais pertencem.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade