IATA revela uma subida de 10,7% na procura global de passageiros em Maio

por: António Manuel Teixeira
IATA revela uma subida de 10,7% na procura global de passageiros em Maio
Viral Hog

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), revela uma subida de 10,7% na procura global de passageiros, medida em receitas de passageiros-quilómetro (RPK), em Maio de 2024.

Além disso, a capacidade total, medida em assentos-quilómetro disponíveis (ASK), registou "um aumento de 8,5% em termos anuais". O factor de carga "atingiu 83,4%, marcando uma melhoria significativa de 1,7 pontos percentuais" em comparação com 2023 e estabelecendo um novo recorde para o mês de Maio.

No quinto mês de 2024, a "procura global aumentou 14,6% em comparação com o ano anterior. A capacidade registou um aumento de 14,1% em termos homólogos, levando a uma melhoria da taxa de ocupação de 82,8% (+0,3ppt ). A demanda local experimentou um crescimento de 4,7%; a capacidade aumentou 0,1% ano a ano, resultando em um factor de carga de 84,5% (+ 3,8ppt)".

"A forte procura por viagens continua com as companhias aéreas a registar um aumento de 10,7% ano a ano, tendo ocupado 83,4% dos seus lugares, um recorde para o mês". Com as vendas de bilhetes de Maio para viagens no início da época alta "a aumentarem quase 6%, a tendência de crescimento não mostra sinais de abrandamento, pelo que as Companhias estão a fazer tudo o que podem para garantir viagens tranquilas a todos os clientes durante o pico do Verão".  No entanto as expectativas da Associação em relação aos prestadores de serviços de navegação aérea (ANSP), já estão a ser postas à prova. "Com 5,2 milhões de minutos de atrasos no controlo do tráfego aéreo europeu, ainda antes do início da época alta, é evidente que os ANSP da Europa têm desafios por resolver". Importante não esquecer um dos maiores caos na aviação norte-americana, "os 32 mil atrasos de voos durante o fim de semana do Memorial Day", que decorreu em Maio, "mostram que os desafios persistem também nos EUA".

As companhias aéreas da Ásia-Pacífico continuaram a demonstrar "um forte desempenho, com um aumento anual de 27,0% na procura. A capacidade também aumentou 26,0% em relação ao ano anterior, levando a uma taxa de ocupação de 81,6% (+0,6ppt)". Este sólido desempenho solidifica as transportadoras asiáticas como o principal impulsionador do crescimento de todo o sector, "contribuindo com 42% para o aumento anual".

As transportadoras europeias registaram "um crescimento homólogo de 11,7% na procura, tendo a capacidade aumentado 11,3% em termos homólogos. A taxa de ocupação atingiu 84,7% (mais 0,3ppt)".

As companhias aéreas do Médio Oriente também "subiram 9,7% na procura, com a capacidade a aumentar 9,0% e a taxa de ocupação a atingir 80,7% em comparação com Maio de 2023". As rotas asiáticas para o Médio Oriente mostraram uma força significativa, registando "um aumento de 32% em relação a 2019". Além disso, a rota Europa-Médio Oriente registou "um crescimento consecutivo do RPK de Abril-Maio nos últimos dois anos", quebrando a tendência histórica de declínio durante estes meses.

O impacto da guerra entre a Rússia e a Ucrânia sobre estas tendências tornar-se-á mais evidente nos próximos meses.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways