NAV regista crescimento de 11,9% em relação a 2022

por: Zita Ferreira Braga

A NAV Portugal controlou 852,7 mil voos no espaço aéreo português em 2023, superando pela primeira vez os registos de 2019.

A NAV Portugal controlou 852,7 mil voos(IFR[1]) em 2023, tendo pela primeira vez superado o tráfego aéreo registado em 2019, quando tinham sido controlados 816,3 mil voos. O tráfego no ano passado marca assim a saída definitiva do período de quebras acentuadas no tráfego aéreo resultantes da pandemia, mas também um novo recorde de tráfego gerido pelos profissionais da NAV Portugal.

Para o Presidente do Conselho de Administração da NAV Portugal, Pedro Ângelo, «a superação dos valores de 2019 confirma a retoma acentuada do tráfego após os difíceis anos da pandemia. Quero assinalar a capacidade de resposta das nossas equipas à trajetória acelerada de recuperação do tráfego aéreo com a dedicação e o brio que as caracteriza. A NAV Portugal estabeleceu um novo recorde de tráfego aéreo em 2023, antecipando em vários anos as projeções de tráfego da indústria, sem descurar os elevados níveis de segurança e eficiência, fundamentais para a indústria da aviação».

Analisando agora a evolução anual do tráfego aéreo gerido pela NAV Portugal, o ano passado trouxe um crescimento de 11,9% em relação ao total de movimentos[2] controlados em 2022, com mais 90,5 mil voos. A subida foi particularmente sentida na região de informação de voo[3] (RIV) de Santa Maria, com uma subida de 14%. Já na RIV de Lisboa foram controlados 672 mil voos em 2023, um crescimento de 11,4% em comparação com 2022.

Olhando individualmente para cada uma das dez Torres de Controlo da NAV Portugal, é de salientar que o tráfego (IFR) superou ou igualou os níveis de 2019 em todas elas. O destaque vai para as Torres situadas nas ilhas das Flores, Horta e Madeira, cujo tráfego situou-se 40,8%, 33,3%e 31,6% acima dos valores de 2019, respetivamente.

Já em relação às duas Torres com maior tráfego, as equipas da NAV Portugal na Torre de Lisboa controlaram no ano passado 226,6 mil voos, um crescimento de 12,2% em comparação com 2022 e de 2,5% face a 2019. Já no Porto, a Torre de Controlo geriu perto de 108 mil movimentos, mais 10,9% em relação a 2022 e mais 5,6% que em 2019.

NAV: 25 anos e 14 milhões de voos controlados

A NAV Portugal assinalou recentemente a ultrapassagem do marco de 14 milhões de voos controlados para assinalar o ano em que celebra o seu 25º aniversário, data que agora fica igualmente associada a um novo recorde de tráfego aéreo gerido em um só ano. Estes dois marcos refletem a confiança da indústria aérea na capacidade da NAV Portugal na gestão do tráfego.

«O recorde de tráfego aéreo em 2023 é, a meu ver, a melhor forma de marcar o 25º aniversário da NAV Portugal. Desde 1999, os controladores de tráfego aéreo da empresa e as restantes equipas que suportam esta atividade geriram um total de 14 milhões de voos. Continuamos entusiasmados como no primeiro dia em impulsionar o progresso e a inovação na aviação, servindo todos os utilizadores do espaço aéreo nacional e garantindo a segurança dos nossos céus», afirma Pedro Ângelo, Presidente do Conselho de Administração da NAV Portugal.

A NAV Portugal tem investido significativamente em pesquisa e desenvolvimento, implementando soluções inovadoras que melhoram constantemente a eficiência do controlo de tráfego aéreo. A implementação de sistemas de última geração, como o novo sistema TOPSKY, coloca a NAV Portugal na vanguarda da revolução tecnológica no sector da aviação.

[1] IFR ou Instrument Flight Rules.

[2] O total de voos geridos (“movimentos”) inclui voos com origem/destino em Portugal e os que sobrevoam o espaço aéreo português.

[3] A Região de Informação de Voo (RIV) de Lisboa, com 671.000 km2, engloba Portugal Continental e a Madeira; e a Região de Informação de Voo de Santa Maria, com 5,18 milhões de km2, inclui uma área do Oceano Atlântico Norte e os Açores.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways