Emirates investe mil milhões de dólares em novos aviões de carga e conversões para aviões cargueiro

Emirates investe mil milhões de dólares em novos aviões de carga e conversões para aviões cargueiro
Emirates

A Emirates SkyCargo acaba de anunciar que irá introduzir dois novos Boeing 777F na sua frota em 2022, e que também converterá quatro dos seus aviões de passageiros Boeing 777-300ER em aviões cargueiros entre 2023 e 2024.

Sua Alteza Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, Presidente e Chefe Executivo da Emirates Airline and Group, declarou: "Os dois últimos anos colocaram em destaque a importância da conectividade da cadeia de abastecimento e a disponibilidade de capacidade de carga aérea para comunidades e economias globais."

"Hoje, temos o prazer de anunciar um investimento de 3,6 mil milhões de DEA (mil milhões de dólares) de modo a expandir ainda mais a nossa capacidade de transporte de mercadorias. Isto sublinha o nosso compromisso de responder às exigências dos nossos clientes, e reflete a nossa confiança no crescimento e estatuto futuro como uma das maiores transportadoras aéreas de carga do mundo."

A Emirates SkyCargo, líder na indústria mundial do transporte aéreo de mercadorias, assinou um acordo com a Boeing para a compra de dois novos aviões Boeing 777-F, que serão entregues em Abril e Junho de 2022, respectivamente. A Emirates SkyCargo foi o primeiro cliente da Boeing para o lançamento do Boeing 777-F- um avião que tem estado no centro das operações da transportadora desde 2009. A adição de dois novos aviões de carga irá reforçar a oferta aos clientes da Emirates SkyCargo, permitindo uma maior agilidade e flexibilidade nas suas operações.

Ao longo dos anos, o cargueiro Boeing 777 tem sido um pilar crítico nas operações da Emirates SkyCargo, com operações em voos regulares e voos charter para destinos em seis continentes. O Boeing 777-F também desempenhou um papel importante na resposta pandémica da transportadora, ajudando a entregar mercadorias vitais em todo o mundo. O notável alcance e capacidade de carga útil do avião permitem que os materiais sensíveis a longos períodos de tempo e a temperaturas sejam transportados rápida e eficientemente desde a origem ao destino.

"Sentimo-nos honrados pelo facto da Emirates ter, mais uma vez, depositado a sua confiança no cargueiro 777 como a base da sua rede global", partilhou Ihssane Mounir, vice-presidente sénior de Vendas e Marketing Comercial da Boeing. "Como maior operador de 777, modelo de passageiros e cargueiros em todo o mundo, o sucesso da Emirates é a prova da eficiência líder de mercado do 777, da sua sustentabilidade melhorada e da sua incrível capacidade".

Para além destes, a Emirates SkyCargo assinou um acordo com a Israel Aerospace Industries (IAI) para a conversão de quatro aviões de passageiros Boeing 777-300ER em completos cargueiros. O acordo também inclui uma opção para conversões adicionais de Boeing 777-300ER numa fase posterior. O programa de conversão dos quatro aviões terá início em 2023 e a sua conclusão está prevista para 2024, cujo processo de transformação de cada avião pode demorar até um máximo estimado de cinco meses.

Os cargueiros convertidos fornecerão até 10 posições adicionais de paletes em comparação com o Boeing 777-F original, permitindo o transporte de cargas de mais baixa densidade, incluindo mercadorias de comércio eletrónico. A capacidade de carga do convés principal que a Emirates SkyCargo pode utilizar nas suas rotas globais será aumentada, com especial destaque para as rotas comerciais onde as cargas volumétricas tendem a ser elevadas.

“A decisão da Emirates em selecionar a IAI para a conversão dos seus aviões de passageiros em aviões de carga é a prova das capacidades profissionais da IAI e do reconhecimento internacional de longa data da IAI neste domínio", afirmou o CEO & Presidente do IAI, Boaz Levy.

A Emirates SkyCargo operou mais de 27.800 voos nos seus cargueiros e mini-cargueiros de passageiros no período de um ano desde Março de 2020, transportando mais de 100.000 toneladas de carga essencial, incluindo material médico e alimentos nestes voos. 

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade