Na Air France agora é mais rápido partir com Ready to Fly

Na Air France agora é mais rápido partir com Ready to Fly
Divulgação

Air France tem um serviço inovador, Ready to Fly, que permite aos passageiros terem a certeza de que toda a sua documentação sanitária está em ordem antes mesmo da chegada ao ao aeroporto


Desde o inicio da pandemia que a Air France tem tentado criar condições que permitam aos passageiros verificar de todos os documentos sanitários estão de acordo com a exigência das autoridades dos países de destino. Estas informações são actualizadas regularmente e em tempo real no site airfrance.traveldoc.aero.

Mas com o Ready to Fly a informação melhora e é mais rápida. A companhia vai mais longe confirmando aos seus passageiros, antes mesmo de se dirigirem  ao aeroporto, “de que possuem todos os documentos sanitários e os comprovativos indispensáveis às suas viagens”.

Nos voos elegíveis, alguns dias antes da partida, os clientes são convidados por e-mail “a enviar à Air France os seus documentos sanitários através de uma plataforma online”.

Verificados os documentos e sujeitos a uma análise, é então enviada ao cliente uma mensagem de confirmação.

Os cartões de embarque emitidos passam a ficar marcados como Ready to Fly (em português, “Pronto a Viajar”), o que irá facilitar a análise das equipas  da Air France no aeroporto no dia da partida.

Se estiver incompleto ou faltar um documento, “o cliente recebe uma mensagem onde é convidado a enviar os documentos em falta ou a apresentá-los no aeroporto no dia da sua viagem”.

Com o “Ready to Fly”, os passageiros da Air France podem iniciar as suas viagens com mais tranquilidade, e com a certeza “de que possuem todos os documentos necessários para embarcar”.
Este serviço, gratuito e opcional, permite uma mais rápida deslocação do passageiro pelo Aeroporto sem estar sujeito a verificações quase permanentes.


Testado com sucesso desde Junho, o “Ready to Fly” está presente desde 17 de Julho nos voos com partidas de Paris para a Córsega e para as províncias ultramarinas, “antes de ser introduzido gradualmente num número crescente de destinos durante o verão”.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade