Air Europa cancela, em Fevereiro e Março, dezenas de voos

Air Europa cancela, em Fevereiro e Março, dezenas de voos
Divulgação

A descida da venda antecipada poderá ser o motivo que levou a companhia aérea a suspender dezenas de voos.


Air Europa trava. Depois de anunciar na recta final de 2020 um ambicioso plano de reactivação de operações, a companhia aérea da Globalia viu-se obrigada a recuar devido ao impacto das cada vez mais severas restrições de mobilidade impostas por um número crescente de países.

De acordo com a informação a que a Preferente.com teve acesso, as ligações mais afectadas pelo acordo são as que ligam o hub de Barajas com a República Dominicana

A companhia aérea anulou um total de oito voos previstos de e para o aeroporto internacional de Punta Cana para o período compreendido entre 27 de Fevereiro e 21 de Março.

Relativamente ao que se refere ao Aeroporto Las Americas, em Santo Domingo, já cancelou 22 operações entre 05 de Fevereiro e 12 de Março.

No que respeita ao medio curso, as rotas afectadas são as que unem Madrid com os aeroportos de Lisboa, Porto, Garwick, Ámsterdam-Schiphol e Frankfurt, se bem neste caso a incidência seja muito menor.

No que respeita ao mercado doméstico, Air Europa corta na rota Madrid-Barcelona onde o desempenho da AVE e a queda dos negócios estão a provocar uma forte descida na ocupação.

Assim foram suspensos mais de uma vintena de  voos com saídas previstas entre 05 de Fevereiro e 12 de Março. Por outro lado também foram anuladas algumas operações de e para Vigo, Málaga e Melilla.


Fontes próximas da Air Europa consultadas por este digital asseguram que por trás destas noticias está patente a destruição da venda antecipada. A falta que se previa deveria ter obrigado a companhia a verificar o plano de rotas perante o risco de poder operar com níveis de ocupação ínfimos.

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade