Emirates apoia campanha contra o tráfico humano

Emirates apoia campanha contra o tráfico humano
Divulgação

A Emirates tem o orgulho de apoiar o mais recente filme global da campanha de It’s a Penalty, “What is Human Trafficking?” lançado em colaboração com o actor Liam Neeson.



O objectivo deste documentário foi o de dar a conhecer ao mundo “os equívocos e a realidade do tráfico e exploração de pessoas”.

A Emirates, com a transmissão desta mensagem, em Outubro, a bordo dos seus aviões espera destacar este problema global e ajudar mais pessoas a entender o que é o tráfico humano.
Para a Emirates a consciencialização, do problema pode levar a que mais casos suspeitos sejam identificados e denunciados, de modo a evitar o aparecimento de mais vítimas..

O tráfico humano envolve o movimento de pessoas dentro de um país ou através das fronteiras para condições de exploração contra a sua vontade através da força, ameaças ou manipulação”, refere a nota da Emirates.

Em 2017, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estimou que havia 24,9 milhões de pessoas traficadas globalmente (equivalente à população da Austrália), das quais 75% são mulheres e crianças.

Como uma das maiores companhias que liga pessoas e lugares, a Emirates está comprometida em fazer a sua parte para ajudar a conter esse crime contra a humanidade.


Deste modo e através da sua divisão de segurança, a Emirates trabalha com agências governamentais e organizações, incluindo a International Air Transport Association (IATA), o US Overseas Security Advisory Council (OSAC) e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), reunindo esforços para melhorar a consciência do ser humano e cooperar em estratégias de resposta eficazes na indústria do transporte aéreo.


Reconhecendo que os funcionários da linha de frente no aeroporto e de voos estão em numa posição única para reconhecer este tipo de crime a Emirates tem investido, durante vários anos, em programas de treino para ajudar o seu aeroporto e a sua equipa de trabalho a ficarem cientes deste crime e a fornecer as ferramentas para identificar e relatar casos suspeitos de tráfico de pessoas às organizações de aplicação da lei apropriadas.

No hub da Emirates no Aeroporto Internacional do Dubai, uma equipa de segurança de aviação recebe treino especial dos parceiros da embaixada para identificar potenciais traficantes de pessoas enquanto verifica documentos de viagem e conduz o perfil dos passageiros e análises comportamentais.

Desde 2017, a tripulação da Emirates e a equipa de terra que serve o passageiro têm um módulo de e-learning especialmente desenvolvido com o Home Office do Reino Unido sobre a ‘Prevenção do crime a bordo’. Uma das primeiras companhias aéreas a implementar este tipo de treino, que incentiva os funcionários a serem mais observadores do comportamento do passageiro, em particular comportamentos associados a alguém que possa estar envolvido no tráfico de pessoas ou alguém que possa ser uma vítima. O curso fornece cenários sobre o que a tripulação pode encontrar a bordo e orientação sobre como devem reagir.

O Grupo Emirates tem uma política anti escravidão e tráfico humano e publica declarações de transparência sobre a Lei da Escravidão Moderna anualmente como parte do seu compromisso contínuo de combater esse crime.


SOBRE O IT'S A PENALTY: Desde 2014, o ‘It’s a Penalty’ tem trabalhado para interromper o crescimento mais rápido e a segunda maior indústria criminosa do mundo: o tráfico e a exploração humana. A campanha aumenta a consciência e educa a comunidade - oferecendo às pessoas as ferramentas para proteger aqueles que estão a ser explorados ou traficados. O incrível impacto da campanha é o resultado da colaboração com partes interessadas estratégicas, como atletas desportivos de alto nível, a indústria de viagens e turismo - incluindo companhias aéreas, hotéis e empresas de transporte - órgãos governamentais desportivos / comités de hospedagem, ONG´s, governos e corporações.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade