SAS apresenta prejuízo de milhões de euros desde o início do ano

SAS apresenta prejuízo de milhões de euros desde o início do ano
Divulgação

A SAS apresentou um prejuízo líquido de 6 696 milhões de coroas suecas, cerca de 646 milhões de euros nos primeiros nove meses do seu ano fiscal.

Entre Novembro e Julho, “o prejuízo operacional líquido da SAS, principal companhia aérea escandinava, passou de 21 milhões para 6 811 milhões de coroas suecas, o que significa de dois para 657 milhões de euros”.

Por outro lado, “o volume de negócios caiu 47% em termos homólogos, para 17 478 milhões de coroas suecas (1 685 milhões de euros)”, explica a companhia aérea.


Só no terceiro trimestre (Maio–Julho), “o prejuízo líquido foi de 2 365 milhões de coroas (228 milhões de euros), em comparação com um lucro de 1 162 milhões de coroas (112 milhões de euros) no período equivalente do ano anterior”.

A SAS espera aumentar o número de voos de Agosto a Outubro atingindo deste modo entre 30% e 40% da oferta de lugares por quilómetro.

Apesar da lenta recuperação, “a evolução da oferta permanece incerta e depende do levantamento das restrições de viagens e da confiança e vontade dos viajantes”.

A empresa espera que a fase de aumento da oferta dure até 2022, “mas não acredita que possa voltar aos níveis pré-Covid-19”.


A Scandinavian Airlines Systems, controlada pelos estados sueco e dinamarquês, conseguiu há dois meses o apoio dos principais accionistas para um plano de recapitalização de 12 500 milhões de coroas suecas (1 145 milhões de euros).

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade