Global Flight School com vagas para o curso de piloto de linha aérea

Global Flight School com vagas para o curso de piloto de linha aérea
Divulgação

As candidaturas para o curso de Setembro, na Global Flight School (GFS),  decorrem até 28 de Agosto

A Global Flight School (GFS), escola de aviação moderna de assinatura portuguesa, lança nova fase de candidaturas para o curso de Piloto de Linha Aérea (ATPL).

A formação será composta por duas fases e tem início marcado para o dia 10 de Setembro, com a componente teórica lecionada em Lisboa, já em 2021 serão dadas as aulas práticas no aeródromo de Ponte de Sor.

Apesar do actual contexto de pandemia que tem afectado a aviação comercial, o sector estima que nos próximos 10 anos sejam precisos 500 mil pilotos de linha aérea.

Através do seu curso, a GFS oferece a melhor qualificação e a respectiva licença de Piloto de Linha Aérea (ATPL), permitindo que, num período de 22 meses, os alunos possam estar aptos a voar no cockpit de uma companhia aérea.

O curso tem uma componente teórica de 964 horas: 210 horas voo real e ainda 20 horas a bordo de um simulador de ponta de um Airbus A320.
O valor total desta formação são 85 mil euros, sendo financiável até 100%.
Dada a intensidade, e “o grau de responsabilidade que pilotar um avião de passageiros acarreta”, será necessária a realização de um teste de admissão para aferir se os candidatos possuem as capacidades e habilidades básicas necessárias.


Para Nélio Fidalgo, presidente do Conselho de Administração, “A GFS afirma-se como uma instituição de ensino de referência na formação aeronáutica, criada por uma equipa de pilotos com vasta e sólida experiência nas diversas aéreas da aviação. O nosso objectivo é formar profissionais de referência e colocá-los a voar. Além disso, a aposta que efectuámos no complexo aeronáutico de Ponte de Sor vai ao encontro dos principais objectivos e missão: promover a formação individual e profissional de pilotos de aviação, oficiais de operações de voo e instrutores de voo através de uma equipa de elite e de infraestruturas de excelência. Este é, sem dúvida, um ponto que nos diferencia das demais escolas”.


Segundo a administração da GFS, Ponte de Sor reúne as condições climatéricas e de infraestruturas ideais para se tornar num polo de formação de pilotos e destino para a fixação de empresas do cluster aeronáutico, estimulando a região e promovendo todo o concelho. Com a actividade da GFS neste aeródromo foram criados cerca de 50 novos postos de trabalho.

O Aeródromo Municipal de Ponte de Sor conta com uma pista de 1800 metros, uma localização central no território nacional, e tem um espaço aéreo livre de obstáculos e sem restrições.

Ser piloto de linha aérea continua a ser das profissões com maior prestígio, empregabilidade e remuneração.

A GFS iniciou a sua actividade no ano passado e dará início, no próximo mês de Agosto, às aulas práticas do curso de outubro, encontrando-se já a voar os alunos que obtiveram transferências ATO de outras escolas.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade