SATA aproveitou o confinamento para realizar "manutenções profundas"

Entre Março e Junho, a SATA aproveitou a pausa na operação para realizar "manutenções profundas" na conservação dos interiores, na higienização e na revisão dos sistemas de ar condicionado dos aviões.

O presidente do Grupo SATA referiu à Lusa que em missiva enviada na segunda-feira à noite aos passageiros, a companhia disse que "em terra, ao longo dos últimos meses, procedemos ao cumprimento do plano de manutenções profundas que havíamos traçado. Demos particular atenção à revisão de todos os interiores, aproveitando o momento para substituir ou higienizar em profundidade".

A Azores Airlines, ramo da SATA responsável pela ligação entre o arquipélago e o exterior, retomou as operações do Continente para as ilhas de São Miguel e Terceira a 15 de Junho, depois de os voos terem sido suspensos a 19 de Março com a pandemia de covid-19.

O presidente da companhia disse ter sido necessário implementar "medidas de segurança adicionais" para acorrer a todas as "recomendações" dos "reguladores".

Assinalou também que "foi feita uma cuidada revisão, incluindo a todos os sistemas de ar condicionado. De igual modo, foram desinfectados todos os elementos que servem ao uso do passageiro. Já o fazíamos antes, mas este novo momento que vivemos exigiu o desenho de novas medidas".

Na carta, Luís Rodrigues regista que a companhia área viveu nos "últimos três meses" uma "realidade" desconhecida em que o "mundo da aviação quase parou".

Acrescentando que "ao longo dos últimos meses, transformámos a nossa operação por forma a garantir o transporte diário de bens essenciais para o Arquipélago dos Açores e entre as suas nove ilhas: alimentos, material de uso hospitalar e assegurámos o transporte de casos de força maior".

O presidente da Companhia regional disse que agora é necessário encontrar "uma nova forma de estar e viajar".

Afirmou ainda que "há quem diga que o mundo das viagens jamais será o mesmo. Na SATA acreditamos que o mundo das viagens poderá vir a ser ainda melhor", afirmou.

Apesar de frisar que "viajar é uma forma de estar no mundo", o dirigente defendeu que a retoma dos voos irá ser "gradual".

Mas declarou que "apesar dos redobrados cuidados, sabemos que a retoma dos voos será gradual. Ir com mais calma é também zelar pelo bem-estar de todos. E é esta a nossa principal preocupação. Assegurar-nos que o seu regresso a bordo é um momento tranquilo, confortável, quase como um regresso a casa".

No passado fim de semana, o Governo dos Açores deu indicação ao grupo SATA para retomar até 15 de Julho as ligações entre o continente e as ilhas de Santa Maria, Pico e Faial.

Já as ligações internacionais da SATA para Boston, Frankfurt, Praia e Toronto devem retomar a 01 de Julho.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade