Iberia revela o seu plano de regresso, depois de “dois meses estranhos”

Foram os dois meses mais angustiantes, sobretudo para as gerações actuais. Para muitos acresceu a dor, a perda e um enorme stress.


Depois de semanas muito complicadas, começa-se a ver a luz ao fundo do túnel; embora seja uma luz muito ténue, porque pelo menos convencemo-nos de que estamos perto do fim embora não se veja ao voltar da esquina.


É necessário voltar a ver a família, os amigos. Abrir as portas da nossa vida profissional, ir ao cinema ou jantar fora, fazer desporto, ir às compras e quem sabe viajar.

A Iberia pensa contribuir para essa mudança e ajudar a que ela se concretize. E para isso voltamos a voar.

Nas ultimas semanas a actividade da Iberia foi muito limitada. Entre Abril e Maio realizaram-se derca de 40 voos de repatriamento, cerca de 80 de transporte de material sanitário e alguns voos regulares para Paris, Londres e dentro de Espanha.

No entanto a Iberia prepara-se para regressa no Verão com o objectivo de recuperar parte da sua actividade à medida que forem levantadas as restrições nos outros países.

É do conhecimento geral que na forma de voara muito se vai mudar, pelo menos até que a pandemia desapareça. Mas as companhias aéreas estão habituadas a adaptar-se a novas situações e esta é mais uma.
Hoje a segurança é a palavra de ordem
Até agora a segurança para uma companhia aérea era ter aviões com boa manutenção, equipamentos em bom estado, tripulações e pessoal de terra com boa formação e procedimentos rigorosos. Para quem viaja na Iberia sabe que é assim que acontece. Há 93 anos que assim é.

Mas no contexto actual segurança é também proteger a saúde e o bem estar do passageiro. Dos clientes e também dos funcionários.

Perante a nova realidade a Iberia quero continuar a merecer a confiança de todos os clientes como até agora.

Seguindo as recomendações da Comissão Europeia e das Agencias europeia e espanhola de Segurança Aérea as mesmas  estão a ser aplicadas em matéria de saúde, higiene, desinfecção, informação, flexibilidade, tecnologia.

Por exemplo a companhia recomenda, que pague em casa e levar o bilgte de embarque no telemóvel, para assim usando a tecnologia, reduzir o contacto com as pessoas.

Se o pagamento no aeroporto, as filas já foram reordenadas e os funcionários com vestuário de protecção ou separados por divisórias.
No embarque pede-se que se faça pela passadeira para que o processo seja mais ordenado.
Segundo as normas espanholas e as recomendações internacionais todos os clientes devem usar máscara médica no aeroporto e a bordo e também os funcionários a usarão.

A Iberia volta a garantir que pôs em prática todas as medidas de segurança e higiene aconselhadas pelas instituições de saúde nacionais e internacionais.

A Iberia espera voltar a voar dentro em breve contando com a presença de todos os seu clientes habituais e não só.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade