TAP decide prolongar lay-off dos trabalhadores até final de Junho

A companhia aérea portuguesa decidiu prolongar o lay-off dos trabalhadores até final de Junho dado que se prevêm restrições na  mobilidade e redução de operações.

Tendo em consideração a evolução das restrições à mobilidade das pessoas definida, a cada momento pelas autoridades governamentais dos países onde a TAP opera, e os ténues sinais da procura, a operação planeada para Junho permanece muito reduzida.
Deste modo, verifica-se que as condições que determinaram o recurso ao programa de lay-off simplificado […] não se alteraram significativamente, pelo que informamos da prorrogação do período de lay-off por um período suplementar de 30 dias”, refere o comunicado enviado pela TAP aos seus trabalhadores.


A companhia aérea portuguesa diz ainda que todos os funcionários serão informados individualmente sobre a “modalidade que lhes será aplicada” na prorrogação do lay-off e que “tudo fará para proteger os empregos, a saúde e a segurança da família TAP”, assim como “a recuperação, a sustentabilidade e o futuro da companhia”.


A TAP entrou, a 02 de Abril, no programa de lay-off simplificado, tendo-o posteriormente prolongado até 31 de Maio.


Desde o início da pandemia que a TAP entrou numa situação económica complicada “com a operação paralisada quase na totalidade”.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade