Emirates privilegia passageiros nas políticas da COVID-19

Esta transportadora aérea decidiu simplificar a política de alteração e reembolsos com uma abordagem conjunta em todo o mundo.

Considerando o interesse dos passageiros como prioritário, a Emirates actualizou “as suas políticas de alteração de viagem referentes à COVID-19, numa abordagem simplificada no que respeita à remarcação e reembolso de passagens emitidas em todos os seus mercados globais”.


Adnan Kazim, Director Comercial da Emirates, salienta que: “O sector das viagens e transportes aéreos tem normas específicas acerca da aplicação de tarifas, remarcações ou reembolsos, que também diferem dependendo da regulamentação do mercado. Entendemos que explicar e desvendar toda esta informação é confuso e frustrante para os passageiros. A pandemia de COVID-19 é inédita para todos e gostaríamos de agradecer aos nossos passageiros e parceiros comerciais pela sua paciência, compreensão e apoio enquanto trabalhamos neste período para garantir que as nossas políticas não sejam apenas amigáveis, mas também alinhadas com os requisitos regulamentares.

E Adrian Kazim continua: “Esperamos sinceramente que os nossos passageiros escolham voar connosco novamente mais tarde, e é por isso que oferecemos uma validade de até dois anos nos seus bilhetes atuais ou em vouchers de viagem. Quaisquer penalidades referentes a alterações serão dispensadas para bilhetes emitidos até 31 de Maio de 2020 e para viagens até 31 de Agosto de 2020. No entanto, se desejar optar por um reembolso, nós fazemos. Gostaríamos apenas de solicitar a compreensão dos nossos passageiros relativamente ao facto do processo de reembolsos ser algo demorado, pois temos um atraso significativo para gerir".

Assim, aos passageiros afectados por cancelamentos de voos e restrições de viagem a  Emirates propõe três opções:

1.   Manter o seu bilhete: os prazos de todos os bilhetes reservados antes de 31 de Maio para viagens a efectuar até 31 de Agosto serão automaticamente alargados por um período de 760 dias. Os passageiros que possuam estes bilhetes podem ter a certeza que poderão remarcar a sua viagem quando assim o decidirem.  

Quando pretender viajar novamente, por um prazo de dois anos a partir do dia em que o bilhete foi originalmente emitido, precisa apenas de entrar em contacto com a Emirates ou com o seu agente de viagens para reagendar o voo. O bilhete será aceite para qualquer voo para o mesmo destino da rede Emirates ou para outra cidade dentro da mesma região, sem penalidades aplicáveis por alterações. Aqueles que desejem remarcar a sua viagem para outra região também podem fazê-lo - a Emirates não cobrará penalidades de reemissão, apenas qualquer diferença de tarifa aplicável.

2.   Solicitar um voucher de viagem: os vouchers de viagem são válidos por um ano a partir da data de emissão e a sua utilização pode ser alargada por um segundo ano. O voucher pode ser usado para qualquer produto ou serviço da Emirates, o que significa que os passageiros podem utilizá-lo para compensar tarifas de voos para qualquer destino em qualquer classe de cabine ou outros serviços. Nenhuma taxa de alteração se aplica a este voucher; portanto, os passageiros terão mais flexibilidade para reagendar.

3.   Reembolsos: os passageiros que optarem por manter o seu bilhete ou por um voucher de viagem podem ainda solicitar um reembolso, caso não possam viajar. Não haverá penalidades referentes ao reembolso.

  • A Emirates facilitou também estas opções on-line através de um formulário simples.

Para obter mais informações ou para solicitar qualquer uma das opções acima mencionadas, os passageiros podem visitar emirates.com. Os passageiros que efetuaram a reserva através dos seus agentes de viagens devem entrar em contato com os mesmos para obter assistência - as mesmas políticas de isenção serão aplicadas.

Aconselhamos um contacto com o seu agente de viagens

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade