Vinci Airports: tráfego cresce no segundo trimestre de 2019

Segundo a Vinci Airports, o tráfego de passageiros subiu 7,3% no 2º trimestre revelando um número crescente de destinos para melhor servir regiões e países

 

Rede Vinci Airports revela que durante o segundo trimestre de 2019, o número de passageiros na rede aumentou 7,3% em comparação com o segundo trimestre de 2018, num total de 66,2 milhões de passageiros movimentados nos 46 aeroportos da rede.


Estes resultados devem-se à abertura de várias ligações aéreas, muitas vezes pela primeira vez, com diferentes capitais mundiais.

Em Portugal onde se registou um aumento do número de passageiros de 7,8% no segundo trimestre nos 10 aeroportos da rede, “a Qatar Airways abriu a primeira ligação directa entre Lisboa e Doha em junho, enquanto a TAP Air Portugal passou a voar para Washington DC .”

Por exemplo na Sérvia, “o trabalho realizado pela Vinci Airports com as companhias aéreas desde a sua chegada no final de 2018” trouxe o regresso da Air France ao reabrir a linha Paris-Belgrado um afastamento de seis anos.

Além disso, a Wizz Air abriu uma nova ligação entre a capital sérvia e o aeroporto Lyon-Saint Exupéry, que também é operado pela Vinci Airports. O número de passageiros no aeroporto de Belgrado subiu 7,4% no segundo trimestre de 2019.

No Japão, os aeroportos de Kansai registaram um crescimento de 7,6% no número de passageiros em comparação com o segundo trimestre de 2018.

Desde 31 de Março de 2019, a British Airways opera um serviço directo entre o Aeroporto Internacional de Kansai e Londres Heathrow, após 21 anos de ausência.
Destaca-se o esforço excepcional realizado pelos aeroportos de Kansai durante o G20 em Osaka nos dias 28 e 29 de Junho: mais de 30.000 participantes, incluindo 37 chefes de estado, chefes de governos, delegações nacionais e grandes organizações internacionais, foram tratados numa operação continua, sem interrupções.


No Camboja, as três instalações operadas pela Vinci Airports voltaram a apresentar um excelente desempenho, com crescimento de 25,1% no segundo trimestre. Em Junho, a Emirates abriu um novo serviço diário entre Phnom Penh e Dubai, enquanto a Citilink inaugurou o primeiro voo directo entre Phnom Penh e Jacarta.


Em França, o Aeroporto Lyon-Saint Exupéry, onde o número de passageiros subiu 7,7%, recebeu no final de Junho o ACI Best Airport Award na categoria de 10-15 milhões de passageiros, recompensando o compromisso da Vinci Airports em responder ao crescimento da procura ao mesmo tempo que melhora a qualidade do serviço. “O aeroporto de Nantes continuou com um crescimento sólido (+ 20,5%), impulsionado principalmente pela abertura de uma base da easyJet em Abril.”
Outros aeroportos franceses da rede Vinci Airports também aumentaram o número de destinos, incluindo Clermont-Ferrand (+ 3,4%), que tem uma nova ligação regular para Lisboa operada pela Ryanair.


No Reino Unido, o número de passageiros no aeroporto Gatwick (Londres), que se juntou à rede Vinci Airports em Maio de 2019, subiu 1,7% no segundo trimestre, para 12,5 milhões. O aeroporto de Belfast viu o tráfego aumentar 5,6% no mesmo período.


No Brasil, o fim dos voos domésticos da Avianca Brasil após declarada a falência em dezembro de 2018 resultou num declínio pontual do número de passageiros no aeroporto de Salvador (-12,9%) no segundo trimestre. As equipas comerciais da Vinci Airports continuam confiantes no potencial de crescimento da região de Salvador da Bahia, que aumentou após a decisão recente do governo regional de reduzir o imposto em voos domésticos (ICMS) para companhias aéreas que operam no Estado da Bahia.


Na República Dominicana, após um ano difícil em 2018, marcado pela falência de várias companhias aéreas, o tráfego está novamente em alta nos seis aeroportos operados pela Vinci Airports, com uma subida de 14,2% no segundo trimestre.


Nicolas Notebaert, presidente da Vinci Airports e CEO da VINCI Concessions, disse: “O desenvolvimento de novas rotas é essencial para o projecto de criação de valor da Vinci Airports, que adoptou uma abordagem proactiva na parceria com as companhias aéreas.
 

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade