Dom Afonso Henriques, o Conquistador da TAP, voará pelos céus dos continentes

A TAP apresentou na manhã de hoje mais um Airbus A330neo, totalizando no momento 100 unidades na frota da Companhia.



A TAP recebeu mais um Airbus A330neo, aumentando para 100 o total de aviões na frota da companhia. O marco histórico nos 74 anos da companhia foi assinalado esta segunda-feira, depois da chegada de mais um A330neo, o CS-TUI, batizado com o nome de D. Afonso Henriques.


Segundo Atonoaldo Neves, a frota da TAP, com 71 novos aviões previstos até 2025, é um dos pilares do Plano Estratégico dos novos acionistas, apresentado aquando da privatização em 2015 e aprovado pelo Estado Português.

“É nestes aviões de última geração, com mais oferta de lugares e menor custo, que assenta grande parte do processo de transformação e modernização da TAP”, refere o CEO da companhia

Os novos aviões permitiram “abrir novas rotas e diversificar as fontes de receita da TAP.

A companhia continuará a crescer no Brasil, mercado onde é lider das ligações para a Europa, com um aumento de 22,8% de passageiros transportados entre 2015 e 2018. No entanto a aposta é em força no mercado do Atlântico Norte, onde o crescimento de passageiros transportados, entre 2015 e 2018, foi de 176,5%, acompanhando uma oferta de lugares que praticamente quadruplicou em quatro anos.

A TAP foi a companhia europeia que mais cresceu nas rotas para os Estados Unidos, tendo passado a oferecer mais cerca de 245 mil lugares, face a 2015.

No que diz respeito a passageiros transportados, a TAP cresce também acima da média das restantes companhias europeias de referência: Mais 39% de passageiros transportados entre 2015 e 2018, face a uma média de 19%, no mesmo período, nas restantes companhias europeias concorrentes.


Até ao final deste ano, a TAP vai continuar a receber mais aviões, a abrir novas rotas – Chicago, São Francisco e Washington serão as próximas já em Junho.


Miguel Frasquilho, presidente do Conselho de Administração lembrou todo o progresso que se tem conseguido na TAP desde a privatização, esperando que o ano de 2019 seja uma bom ano.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade