Brussel Airlines absorve a Eurowings

Brussel Airlines absorve a Eurowings depois de um verdadeiro caos na companhia alemã

Em 2018 a Eurowings viveu momentos de caos operacional com níveis de pontualidade entre os meses de Maio e Agosto a menos de 60%.

Passar um verão no caos,acumular perdas de várias dezenas de milhões de euros e ser a grande mancha negra no mapa de apresentação da Lufthansa foram razões mais que suficientes para que Thorsten Dirks, o director geral da Eurowings, a filial “Low cost” alemã, tomasse medidas agora que estamos em Janeiro e numa fase mais calma.

A principal foi a de confirmar que gradualmente a Brussels Airlines se integrará totalmente na Eurowings, encarregando-se de todos os voos de longo curso da companhia.


Os voos de curta distância ficarão a cargo da Eurowings que continu a ser um conjunto de diferentes empresas algumas delas operacionalmente alheias ao grupo.
Na altura Oliver Wagner assume a responsabilidade comercial da companhia enquanto que Christina Förster continua com o seu cargo, mas com a integração da filial belga fica também com a área de negócio.
Dos cinco mi postos de trabalho novos que o grupo Lufthansa disse que criaria nas suas empresas, 200 vão para a Brussels Airlines.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade