Turismo do Centro mantém, em Julho, crescimento já registado

Receitas turísticas na região crescem de forma significativa com um mês de Julho muito positivo na actividade turística da região

 

Relativamente à Região Centro, os números do INE – Instituto Nacional de Estatística revelam um crescimento muito significativo tendo em conta o mês de Julho de 2018, crescimento esse que se reflecte nas receitas.


Segundo dados do INE, os proveitos totais nos estabelecimentos de alojamento turístico subiram de 37,7 milhões para 39,5 milhões de euros (mais 4,7%), entre Julho de 2018 e Julho de 2019.
Uma subida que ganha ainda mais expressão se analisados “os proveitos totais entre Janeiro e Julho: nos primeiros sete meses do ano, os estabelecimentos de alojamento turístico registaram proveitos 7,71% superiores aos do mesmo período do ano passado, de 171,8 para 185,1 milhões de euros.”


Em Julho o destaque vai para as dormidas de visitantes nacionais, que cresceram 4,4%, em relação a Julho de 2018: de 389,7 mil para 406,8 mil.

De Janeiro a Julho, este indicador aumentou 7,71%, de 1,96 milhões para 2,09 milhões de dormidas de visitantes nacionais, o que mostra que os residentes no resto do país continuam a escolher o Centro de Portugal como destino. As dormidas totais subiram em Julho 0,7% e no acumulado entre Janeiro e Julho, subiram 5,12% -- acima da média nacional, que cresceu 4,22%.”, refere a nota de imprensa.

No indicador do número de hóspedes, o Centro de Portugal cresceu 2,7% entre Julho de 2018 e Julho de 2019 – e 6,3% no acumulado do ano.

Em Julho de 2018 tinham sido contabilizados 392,7 mil hóspedes na região; em Julho de 2019 foram 403,5 mil.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade