Airbnb anuncia que os trabalhadores poderão passar a trabalhar permanentemente em teletrabalho

por: Tomás Ribeiro da Silva
Brian Chevsky
Brian Chevsky
CNN

Brian Chesky, CEO e co-fundador da plataforma Airbnb, acha que o mundo está a mudar e os escritórios atuais são “uma noção ultrapassada” de uma “era pré-digital”.

Depois das suas afirmações, Brian Chesky anunciou que os funcionários da empresa podem agora adotar um regime de teletrabalho onde ainda está incluída a possibilidade a partir de Setembro, de passarem a realizar o seu trabalho em mais de 170 países com um período máximo de três meses por cada geografia. Além disto, eliminou completamente, pelo menos nos Estados Unidos, o pagamento baseado na localização.

Com estas novas medidas, a Airbnb tenciona reduzir a sua área de escritórios, que servirão apenas para os funcionários que continuarem a preferir trabalhar presencialmente.

Para Brian Chesky, esta é uma boa maneira de poupar dinheiro em coisas como viagens de trabalho, que podem ser substituídas por reuniões via Zoom. Este dinheiro deverá ser investido em atividades de lazer para os trabalhadores da empresa.

Depois deste anúncio, nos dias que se seguiram, a empresa recebeu na sua página de recrutamento mais de um milhão de visitantes.

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade