AHRESP inconformada com suspensão de novos Alojamentos Locais, em Lisboa

por: António Manuel Teixeira
AHRESP inconformada com suspensão de novos Alojamentos Locais, em Lisboa
O Turismo PT

AHRESP lamenta a aprovação da suspensão de registos de Alojamento Local, atribuida a 14 freguesias da cidade de Lisboa.

Esta decisão foi aprovada em Assembleia Municipal de Lisboa, e engloba várias das principais freguesias da capital, entre elas estão, as freguesias de Ajuda, Alcântara, Areeiro, Arroios, Avenidas Novas, Belém, Campo de Ourique, Estrela, Misericórdia, Parque das Nações, Penha de França, Santa Maria Maior, Santo António e São Vicente.

Esta suspensão de novos registos de estabelecimentos de Alojamento Local, por um prazo de seis meses, sem prejuízo de nova renovação por igual período, até à entrada em vigor da alteração do Regulamento Municipal de Alojamento Local, aplica-se às freguesias, onde o rácio AL/habitação permanente é igual ou superior a 2,5%, sem prejuízo das zonas de contenção onde esta proibição já vigora.

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, não se conforma e lamenta esta decisão, uma vez que a mesma trará, grande impacto negativo, tanto para o Turismo e nas receitas que gera, mas também para a reabilitação do imobiliário da cidade, que muito deve a esta actividade.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade