AHRESP entende que "é vital robustecer os apoios às empresas"

AHRESP entende que "é vital robustecer os apoios às empresas"
Divulgação

A AHRESP participou noutra audição na Assembleia da República, onde efectuou um ponto de situação do estado das empresas, nomeadamente os resultados globais dos inquéritos realizados nos últimos 12 meses.

O estudo mostra "as enormes dificuldades por que passam as empresas dos nossos sectores, em que muitas já foram afectadas de forma irreversível, com a extinção de milhares de empresas e de postos de trabalho", referiu em comunicado a Associação da hotelaria, restauração e similares de Portugal (AHRESP). Conforme o Instituto Nacional de Estatística (INE) publicou recentemente, em 2020 o alojamento e a restauração e similares "perderam, face a 2019, 28.700 postos de trabalho".

Perante o cenário pelo qual os seus associados estão a atravessar, e nunca questionando as medidas de carácter sanitário, a AHRESP entende que "é vital robustecer os apoios às empresas, e por esse motivo, na audição decorrida, evidenciou a necessidade urgente de reforçar as medidas de apoio às empresas", nomeadamente:

  • Medidas de Apoio à Liquidez:
    • Reforço dos apoios a fundo perdido para a tesouraria das empresas;
    • Reforço da dotação do programa APOIAR RENDAS;
    • Prorrogação das Moratórias Bancárias;
    • Planos de Amortização de Longo Prazo;
    • Disponibilização de apoios para empresas recentes;
    • Apoios para empresas com quebras de facturação iguais ou superiores a 15%.
  • Medidas de Apoio à Capitalização:
    • Fundo de Capitalização de Empresas.
  • Medidas de Apoio ao Emprego:
    • Continuidade do Lay Off Simplificado até ao final do ano 2021;
    • Redução para dois Escalões no Apoio à Retoma Progressiva;
    • Publicação da regulamentação do novo Incentivo Extraordinário e do Apoio Simplificado.
  • Medidas de Apoio ao Funcionamento:
    • Campanha de Dinamização do Consumo;
    • Aplicação temporária da taxa reduzida de IVA nos serviços de alimentação e bebidas;
    • Mecanismo único de acesso aos apoios;
    • Contratualização de organismos intermédios para apoio às empresas.

Nesta audição, com a apresentação das medidas, já entregues ao Governo em Fevereiro, espera a AHRESP ter conseguido sensibilizar o Parlamento, "no sentido de vermos acolhidas as medidas propostas, tão relevantes para evitar o avolumar de falências e de novos desempregados".

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade